Deficientes visuais entram na era digital através de software

Deficiente Online :DeficienteOnline.com.br Currículo e Vagas para profissionais com deficiência.

TAGS:
Deficientes visuais entram na era digital através de software, inclusão, curriculos, empregos, vagas, lei, contratação, deficientes, pessoas com deficiência, mercado de trabalho, multa de empresa que não cumpre lei de cotas, lei de cotas 8213


Deficientes visuais entram na era digital  - Adquirido no primeiro semestre pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Solidariedade, os softwares Jaws e Magic vêm auxiliando deficientes visuais na utilização do computador, dando mais autonomia e independência. Com o Magic, por exemplo, o deficiente visual tem recursos para a ampliação de tela com sintetizador de voz, com a possibilidade de escolher qual informação deseja que seja lida na tela, proporcionando a capacidade de escolha de informações e navegar nas aplicações. Já com o Jaws, também com tecnologia de voz sintetizada em ambiente Windows, o usuário pode acessar aplicativos e recursos na Internet.

Para o responsável pelo setor de Coordenadoria da Pessoa com Deficiência, José Gomes, que é deficiente visual, a aquisição dos softwares Jaws e Magic foi um ganho na sua qualidade de vida. Segundo ele, muitas vezes as pessoas não se dão conta da importância de ações como essa, mas para a pessoa com deficiência visual são iniciativas que fazem toda a diferença. “O Jaws é para a leitura de tela. Tudo que a gente faz no computador é transformado em voz. O Magic amplia as letras e é recomendado para deficientes com baixa visão. Com essa tecnologia temos acesso a Internet e isso é um avanço enorme para a pessoa com deficiência visual”, comemora Gomes, ressaltando que o computador e a Internet são coisas que vieram para ficar, fazendo parte da vida das pessoas. Não ter acesso a isso é estar excluído de uma parte importante do contexto social. “Deficientes visuais que precisarem consultar uma lei ou qualquer outra coisa podem nos procurar aqui na Coordenadoria da Pessoa com Deficiência”, informa.

De acordo com Gomes, um sintetizador de voz integrado aos softwares utiliza a placa e as caixas de som do computador para dar as informações exibidas no monitor, possibilitando também o envio dessa mesma informação a linhas braile. A tecnologia oferece com isso um leque muito amplo de aplicativos sem o uso do monitor ou do mouse. O micro emite sons, explica ao usuário tudo o que ele está fazendo ao operar a máquina, dando-lhe acesso a informações, à educação e ao trabalho. 
 

fonte: Site a Voz da Cidade
 

imprimir voltar



publicidade
publicidade
deficienteonline.com.br
Curta o DeficienteOnline.com.br no facebook.+DeficienteOnline.com.brSiga o DeficienteOnline.com.br no LinkedIn.Siga o DeficienteOnline.com.br no twitter.Siga o DeficienteOnline.com.br no orkut.